Sustentabilidade: Moradia estudantil em contêineres

Um sistema de habitação revolucionário e inovador flutuante. A ideia está gerando um impacto positivo na vida dos estudantes da Europa e formando uma nova geração mais consciente. 

A empresa dinamarquesa Bjarke Ingels criou um protótipo de moradia estudantil sustentável em Copenhague, feito com contêineres.

A construção à base de Contêineres Flutuantes faz parte de um projeto de habitação cujo propósito é acelerar a construção e reaproveitar o material e é flutuante, com o intuito de aproveitar as áreas sobre as águas em frente aos canais e portos em todo o mundo, que ficam sem utilização.

 

Projeto e imagens: Bjarke Ingels | Reprodução

A estrutura tem o total de 680m² de área, contendo 9 contêineres empilhados ordenadamente sobre uma plataforma flutuante. A construção contém as moradias em si, e são compostas por quartos, além de uma área comum com um pátio/jardim, a área de banho, a área de churrasco, o local para estacionar caiaques, uma sala de estar, uma lavanderia e 12 depósitos para os pertences dos estudantes.

Contêineres: dentro e fora

Os contêineres utilizados para a construção foram deixados intactos do lado de fora, a não ser pelos recortes de portas e janelas, feitas do piso ao teto para oferecer muita luz natural e aproveitar a vista do local.  E do lado de dentro, para deixar os ambientes agradáveis, os contêineres ganharam revestimento de madeira e drywall, junto com um material altamente isolante, desenvolvido pela NASA e que deixa o ambiente confortável durante todo o ano.

Projeto e imagens: Bjarke Ingels | Reprodução

Outro recurso que foi usado para garantir o conforto foi um sistema que utiliza a água do mar para aquecer e resfriar o interior, substituindo o ar-condicionado comum. Os quartos dos estudantes têm poucos móveis e são simples, porém funcionais.

Os 3 contêineres que ficaram no topo da construção tiveram a cobertura aproveitada de maneiras diferentes: Um recebeu painéis solares, o outro um telhado verde, e o terceiro virou um terraço de madeira com cadeiras para relaxar e tomar sol.

O aluguel mensal para uma das unidades custa cerca de US $600. Eles estão trabalhando atualmente em avaliar e aperfeiçoar o protótipo. A Suécia logo irá começar a construção de um projeto com 24 unidades e ainda se está pensando em adaptar o projeto de modo que possa ser utilizado para alojar refugiados.

Um sistema de habitação revolucionário e inovador flutuante – Moradia estudantil em contêineres 

Projeto e imagens: Bjarke Ingels | Reprodução
Projeto e imagens: Bjarke Ingels | Reprodução
Projeto e imagens: Bjarke Ingels | Reprodução
Projeto e imagens: Bjarke Ingels | Reprodução

Com informações: Dicas de Arquitetura / A minha Casa Container

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *