Bento de Sumé: as criações de animais e santos em esculturas de madeira

Espalhadas pelo quintal da casa de Bento Medeiros Gouveia, a madeira é aparentemente um entulho. No quarto ao fundo, o chão batido está salpicado de tintas. Envolta as aves reunidas estariam prontas para o voo se não fossem feitas de imburana, árvore típica da Caatinga nordestina. Na cidade do Cariri paraibano, Bento de Sumé fabrica arte.

Além dos pássaros, no espaço ainda há esculturas de outros animais como onças, cavalos, bois, tatus, cobras, personagens do imaginário popular e também as imagens religiosas como as de São Francisco, São José, Santo Antônio e Nossa Senhora. O entalhe do artista é considerado primitivo, característica que imprime personalidade e identidade as suas obras.

Foto: Novos Para Nós

Natural de Sumé, Bento morou muitos anos em São Paulo onde trabalhava como prestador de serviços. Depois de um atropelamento, não conseguiu mais voltar a antiga função e decidiu retornar ao estado natal.

Quando já estava na Paraíba, encontrou perto de casa um palete de madeira. Do material resolveu criar algum trabalho artístico: pássaros. Desde então, o escultor tem se dedicado a transformar objetos em peças com status de arte.

Foto: Reprodução

As esculturas de Bento de Sumé são reconhecidas por lojistas, arquitetos, decoradores e colecionadores de todo o Brasil. O trabalho do artista começou a ser comercializado na feira livre da cidade de Sumé. Só em 2005 o escultor ganhou o reconhecimento no estado e fora dele.

Mesmo esculpindo peças diversas, são mesmos os bichos o tema preferido do artista. De todo o trabalho, o maior desafio são as curvas que os troncos da madeira empregam na matéria-prima. Bento se diverte com desenho que a própria natureza criou. “A melhor parte de viver é criar”, comenta.

Esculturas de Bento de Sumé

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Com informações: TV Cariri / Novos Para Nós / Arte Popular Brasil

Um comentário em “Bento de Sumé: as criações de animais e santos em esculturas de madeira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.