Cafetaria com garçons surdos atende na língua dos sinais

Clientes sendo atendidos por garçons surdos que se comunicam com a língua dos sinais.

CtheCity fica em Amsterdã, na Holanda, próximo ao Rio Amstel. A cafeteria já era conhecida por proporcionar uma “tour” no escuro, guiada por pessoas cegas.

O propósito é promover a interatividade e fazer com que as pessoas ouvintes tenham contato com a língua dos sinais mutuamente. 

Na cidade era comum se vê cenas recriadas no escuro que estimulavam os sentidos e trocas de experiências com pessoas cegas. Eles incluíram na comunicação em sinais, a linguagem gestual e resolveram contratar apenas empregados surdos.

Iniciativa

Imagem: 9 pessoas, pessoas sorrindo, área interna | Facebook. Reprodução

A ideia foi dos fundadores, Sandra e Bas, que iniciaram o “Ctaste” em 2007.

Para quem nunca ouviu falar, o Ctaste é uma experiência gastronômica no escuro, com garçons e garçonetes cegos.

Eles descobriram que as pessoas com deficiência visual ou auditiva possuem talentos especiais e fundaram Ctalents, que treina as pessoas cegas e surdas para um trabalho de excelência.

De acordo com as informações, o desemprego nos Países Baixos para deficientes visuais e auditivos chega a 70%, enquanto a média nacional em geral é inferior a 5%.

A Ctalents pretende com esta iniciativa diminuir essa porcentagem para pelo menos 20%, e estimular outras empresas a fazer o mesmo.

Confira o vídeo:

https://www.facebook.com/NOSop3/videos/1744302998947655/


Com informações: BrightVibes / Audithus – Centro Auditivo 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *